Radares da rodovia do Sol começam a Multar.

Ação terá inicio no dia 20/10; equipamentos estão instalados entre Itaparica e Ponta da Fruta.

A partir do próximo dia 20/10/2008, os radares instalados na Rodovia do Sol começam a multar os motoristas que desobedecerem à legislação. Ao todo, serão 12 cruzamentos monitorados 24 horas por dia, num trecho de perímetro urbano de cerca de quatro quilômetros, que vai de Itaparica, Vila Velha, até a Avenida Jones Santos Neves, em Guarapari.
Muitos condutores vão ter que mudar o comportamento, se quiserem evitar as multas. Em apenas um mês, durante o período de testes, os radares flagraram quase 54 mil infrações por excesso de velocidade e por avanço de sinal vermelho. São mais de 74 irregularidades por hora, uma a cada minuto do dia.
Antes de os radares entrarem em operação, o Detran e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) vão realizar urna campanha voltada para as pessoas que moram e trafegam na região. "Os radares só vão entrar em funcionamento, depois que toda a população estiver informada a respeito", destaca a diretora geral do Detran. Luciene Becacici.
Além de flagrar acesso de velocidade e avanço de sinal, os radares também estão aptos a registrar veículos que param sobre a faixa de pedestres e que trafegam na contramão. Durante a madrugada das 23 horas às 5 horas, os sinais vão ficar piscando, e os radares não vão punir ninguém por furar o sinal vermelho nem por parar em cima da faixa. Só não vale exceder o limite de velocidade.
Na via central, o limite será de 80 km/h. Já nas vias marginais, que ficam na lateral da rodovia e dão acesso aos bairros, a velocidade máxima permitida será de 60 km/h. "Nos demais pontos da rodovia, fora do perímetro urbano, a velocidade máxima é de 110
Km/h, a não ser que haja alguma placa informando outro limite", destaca o diretor do DER, Eduardo Manatto.
Conter a imprudência dos motoristas está saindo caro para o governo do Estado. Por cada faixa de pista fiscalizada, R$ 3 mil são pagos, por mês, à empresa que gerencia os radares. Só na Rodovia do Sol o investimento é de R$ 204 mil mensais.

Não há como fugir da fiscalização.

Não dá para fugir da fiscalização dos radares do tipo Detect, usados na Rodovia do Sol, em Vila Velha, e na ES 010, na Serra. "Como a câmera grava 24 horas por dia, mesmo quem sai da pista, indo pa-ra uma rua lateral ou acosta-mento, esta sujeito à multa por avançar o sinal vermelho", destaca o diretor do DER, Eduardo Manatto.
Durante o mês em que os radares estiveram instalados apenas para testes, diversos motoristas foram flagrados, passando por fora do asfalto para tentar driblar a fiscalização nas vias marginais à Rodovia do Sol, que dão acesso aos bairros e ficam ao lado da rodovia em si.
Para a diretora geral do Detran, Luciene Becacici, mudar o comportamento dos motoristas é fundamental para reduzir os acidentes e mortes no trânsito. "Enquanto a conscientização não fizer efeito, é fundamental que a gente busque ferramentas para modificar o comporta-mento dos condutores", destaca.

Deixe uma resposta