Quais são os tipos de fluido de freio?

Quais são os tipos de fluido de freio? Existem muitas diferenças entre eles? E qual a importância desse componente? – Alberto Rodrigues

Os motoristas mais cuidadosos sabem muito bem que, assim como o óleo do motor, o fluido de freio precisa ser trocado regularmente para garantir a eficiência do sistema, mas não é todo mundo que conhece as diferenças entre os tipos de produtos disponíveis no mercado. A especificação criada para o líquido é a norte-americana DOT (Departamento de Trânsito) e, dependendo da qualidade, recebe numeração que vai, atualmente, de 3 a 5.1.

“O fluido de freio é um elemento hidráulico que, em resumo, passa pelas galerias do sistema para acionar pastilhas e lonas de freio. É um líquido que não pode perder volume, senão não transmitirá a força de frenagem para as rodas com a eficiência necessária”, explica Cláudia Cavadas, gerente de tecnologia e qualidade assegurada da Castrol.
De acordo com a gerente, o grande problema do fluido é que ele absorve a umidade do ar com o passar do tempo, o que reduz seu ponto de ebulição e, por conseqüência, sua eficiência. O produto de especificação DOT 3, por exemplo, possui preço baixo, mas é o que mais acumula água.

Já o DOT 4 neutraliza a água absorvida e mantém o ponto de ebulição relativamente alto, resultado também proporcionado, com eficiência cada vez maior, pelos fluidos DOT 4+ (ou Super DOT 4) e DOT 5.1. Além do ponto de ebulição cada vez maior, eles acumulam volume muito menor de umidade. “Existe também o DOT 5, mas ele é muito diferente. À base de silicone, ele não se mistura à água e não pode ser combinado a outros fluidos”, lembra Cláudia.
A gerente explica ainda que, além de transmitir o movimento do pedal de freio até as pastilhas e lonas, esse líquido mantém a lubrificação dos componentes do sistema e o protege contra a corrosão.

Fonte : AutoEsporte

Deixe uma resposta